Turismo de Negócios

O Turismo de Eventos e de negócios tem elevada importância para uma cidade ou região, para o país como um todo, com vasto campo ainda a ser explorado. O turismo incentiva o desenvolvimento socioeconômico local, contribuindo para geração de empregos, rendas e gera motivação necessária para a criação de infraestrutura que beneficia não só o turista, como a população da cidade.

Movimenta ainda um grande número de profissionais durante a sua realização, provocando o desenvolvimento econômico das cidades sedes. É importante observar que o turista de eventos é motivado por interesses profissionais, mesclando atividades de trabalho e lazer, tornando-se um consumidor com grande potencial de consumo. Outro aspecto importante do Turismo de Eventos é o fato do turista retornar depois, com a família, para os locais que mais lhe agradaram.

A partir desses conceitos, a QG EVENTOS E FEIRAS  através de suas Feiras e Eventos Profissionais autorais e também os realizados com promoção de terceiros, tem um papel importante no incremento do turismo Brasileiro apoiada na necessidade das empresas obterem e trocarem informações, além de conquistar novos mercados. Sendo assim, as atividades como congressos; jornadas; workshops e seminários como eventos únicos ou os que compõe a programação das feiras contemplam um amplo e diversificado conjunto de atividades econômicas, com importância destacada no setor de serviços, na indústria e no comércio em geral.

Portanto, em termos econômicos as Feiras e Eventos podem gerar muitos benefícios, tais como incremento na receita global de uma cidade, (um turista participante gasta três vezes mais do que um turista comum) e do Estado; aumentando ainda a sua imagem como um importante destino de turismo de negócios no Brasil (o participante é um elemento divulgador do local); além da geração de emprego e renda.

 

  • Somente em 2019 o Nordeste vai realizou mais de 300 Feiras Profissionais segundo a UBRAFE (União Brasileira de Feiras)